DISSERTAÇÕES

Quadriênio 2024 - 2021

Total de dissertações defendidas: 2

DISSERTAÇÕES DEFENDIDAS EM 2021

Total de teses defendidas: 2

Camila Pinhal do Nascimento

Título: Discurso e cultura no processo de composição de Fanfictions em espanhol

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Antonio Francisco de Andrade Júnior

Páginas: 183

Resumo

Essa investigação possui como objeto de estudo o gênero fanfiction, que emerge dos fenômenos da cibercultura e se define como ficções realizadas a partir de conteúdos majoritariamente relacionados à cultura de massa, escritas por fãs que utilizam narrativas e outros elementos preexistentes como motivação para desenvolverem seus próprios textos, com suas marcas e perspectivas autorais. A partir de três movimentos analíticos ancorados nos estudos discursivos (PÊCHEUX & FUCHS, 1990; BAKHTIN, 2006; INDURSKY, 2011) e culturais (BHABHA, 1998; EAGLETON, 2005; GARCÍACANCLINI, 2003; HALL, 2006; MARTÍN-BARBERO, 1998), analisaremos o corpus composto por fanfictions espanholas e mexicanas pertencentes ao fandom de Jogos
Vorazes
, publicadas no ano de 2012 na plataforma virtual Fanfiction.net. O objetivo principal desse estudo consiste em observar o processo de tradução cultural (BHABHA, 1998) em fanfictions e discutir como esses textos influenciam na mudança discursiva das produções motivadoras, neste caso, a trilogia de livros escrita por Suzanne Collins e as adaptações cinematográficas derivadas dessas obras. Além disso, temos como propósito refletir a respeito da função-autor (FOUCAULT, 2001) neste gênero, que ganha popularidade ao longo do tempo. Diante das análises desenvolvidas pôde-se perceber que alguns textos que compõem nosso recorte sofreram alterações em seu conteúdo temático e a partir das formações discursivas (doravante FD) presentes na obra inspiradora ocorreu a identificação com outras FD com as quais se mantêm uma relação de consonância, resultando assim no atravessamento de memórias discursivas e valores culturais comuns ao contexto sócio-histórico no qual o sujeito autor está inserido. Além disso, observamos que os textos analisados possuem conexões com outros gêneros discursivos e  características comuns à oralidade. Em relação às diferenças entre as produções mexicanas e espanholas, destacamos que enquanto as produções de autores mexicanos tendem a inserir mais elementos externos à narrativa, os textos espanhóis tendem a se ater aos limites imaginários estabelecidos pela obra motivadora.

Palavras-chave: Análise do Discurso; Fanfiction; Língua Espanhola; Cibercultura.

Abstract 

Esta investigación posee como objetivo el estudio del género fanfiction, que emerge de los fenómenos de la cibercultura y se define como ficciones escritas por fans de contenidos mayoritariamente relacionados a la cultura de masa, escritas por fans que utilizan narrativas y otros elementos pre-existentes como motivación para el desarrollo de sus propios textos, con sus rasgos y perspectivas autorales. A partir de tres movimientos analíticos basados en los estudios discursivos (PÊCHEUX & FUCHS, 1990; BAKHTIN, 2006; INDURSKY, 2011) y culturales (BHABHA, 1998; EAGLETON, 2005; GARCÍA-CANCLINI, 2003; HALL, 2006; MARTÍN-BARBERO, 1998) analizaremos el corpus compuesto por fanfictions españolas y mexicanas pertenecientes al fandom de Juegos del Hambre, publicadas en el año de 2012 en la página Fanfiction.net. El objetivo principal de este estudio consiste en observar el proceso de traducción cultural (BHABHA, 1998) en fanfictions y discutir cómo estos textos influyen en el cambio discursivo de las producciones motivadoras, en este caso, la trilogía de libros escrita por Suzanne Collins y las adaptaciones cinematográficas derivadas de esas obras. Además de eso, tenemos como propósito reflexionar acerca de la función-autor (FOUCAULT, 2001). Tras los análisis, fue posible percibir que algunos textos que componen nuestro recorte sufrieron alteraciones en su contenido temático y a partir de las formaciones discursivas (doravante FD) presentes en la obra inspiradora ocurrió la identificación con otras FD con las cuales mantienen una relación de consonancia, resultando así en el atravesamiento de memorias discursivas y valores culturales comunes al contexto socio-historico en el cual el sujeto autor está inserido. De igual manera,  observamos que los textos analizados poseen conexiones con otros géneros discursivos y 
rasgos comunes a la oralidad. En relación a las diferencias entre las producciones mexicanas y españolas, señalamos que mientras las producciones de autores mexicanos suelen insertar elementos externos a la narrativa, los textos españoles suelen fijarse a los límites imaginarios establecidos por la obra motivadora.

Keywords: Análisis del discurso; Fanfiction; Lengua Española; Cibercultura.

 

Larissa Soares Mendes

 Título: Os procedimentos de construção de si em Nadja, de André Breton

Orientador(a):  Prof(a). Dr(a). Rodrigo Silva Ielpo

Páginas: 121

Resumo

Nadja, de André Breton, foi publicado em 1928, sendo uma das obras mais importantes do movimento artístico e literário surrealista, que data do século XX. A obra parece reunir as principais ideias do movimento: liberdade de imaginação, desejo de experimentação e gosto pela busca sem motivo. Nadja contém também diversas fotografias. A segunda edição, publicada em 1964, contém um avant-dire de 1962 no qual Breton afirma que a fotografia, um recurso “antiliterário”, teria como objetivo “eliminar qualquer descrição” (BRETON, 2018, p. 6). A presença das imagens serviria então para mostrar ao leitor os lugares parisienses percorridos na narrativa, evitando a necessidade de descrevê-los. Entretanto, ao estudar os clichês escolhidos para compor a obra, isso não parece ser o caso. O objetivo desta dissertação é analisar como, por meio das imagens escolhidas e sua relação com o texto, Breton compartilha uma Paris construída por seus próprios passos na busca por si mesmo. Trata-se da procura que abre o livro através da questão: “Quem eu sou?”. A resposta a essa pergunta só pode ocorrer na rua, como proposto pelo movimento surrealista, visto que o espaço urbano é o que permite o encontro com o outro: os encontros que podem mudar a vida, aí incluso o encontro com Nadja. Percebe-se, assim, que, muito além de uma simples atestação da realidade, a escolha das fotografias, sobretudo de lugares percorridos em Paris, sugere outra leitura dessas imagens, mais ligadas a momentos-chave da narrativa cujo centro é essa busca por si na relação com o outro.

Palavras-chave: surrealismo; construção de si; modernidade; Nadja; fotografia.

Abstract 

Nadja, by André Breton, dating from 1928, is one of the most important works from the Surrealist movement of the 21st century. This narrative seems to reunite some of the most notable characteristics from the Surrealist movement: the freedom of the imagination, the desire to experiment with something new and the will to search in the city without a specific cause. Nadja also contains a lot of photographs. In the second edition, dating from 1964, there is an avant-dire written in 1962 in which Breton affirms that the photography, an “antiliterary resource”, would aim to “eliminate the description” (BRETON, 2018, p. 6). The presence of these images intent to show the Parisian places to the reader without the need to describe them. However, when studying the clichês chosen to compose the narrative, this does not seem to be the case. This dissertation aims to analyze how, through the chosen images, Breton share in the narrative a Paris constructed by his own steps in a search for himself, the search that opens the book with the question: “Who am I?”. It is a response whose answer can only happen in the street, as proposed by the Surrealist movement, once it is the urban space that allows the meeting with the other: the kind of meeting that can change a life, as the meeting with Nadja. We have verified that much more than a simple attestation of reality, the choice of  the photographs, especially those of the places, suggest another reading of these images, more related to turning points in this narrative whose center is the search of one’s self in the relation with the other.

Keywords: surrealism; construction of one’s self; modernity; Nadja; photography.

 

COORDENAÇÃO

Coordenadora/Coordinator:
Prof(a). Dr(a). Letícia Rebollo Couto
Vice-Coordenador:
Prof. Dr. Ary Pimentel

ATENDIMENTO

segunda à sexta:
09h às 17h

Telefone:
55 21 3938-9771

E-mail:
posneolatinas@letras.ufrj.br

ENDEREÇO

Programa de Pós-Graduação em Letras Neolatinas 
Av. Horácio de Macedo, 2151. Sala F-325
Cidade Universitária — Faculdade de Letras da UFRJ.
CEP 21941-917. Rio de Janeiro — RJ