Mestrado

Dissertação 2016

Nome da autora: Jefferson Evaristo do Nascimento Silva

Título do trabalho: Análise e crítica de livros didáticos de língua italiana como língua estrangeira: método, metodologia e abordagem comunicativa em perspectiva

Resumo

O livro didático (LD) é a ferramenta pedagógica mais utilizada no ensino de língua estrangeira (LE), sendo “muitas vezes o único material de acesso ao conhecimento tanto por parte de alunos quanto por parte de professores” (CRISTÓVÃO e DIAS, 2009, p. 11), justificando-se como importante corpus de pesquisa (TILIO, 2006). No ensino de línguas, o século XX foi marcado por muitas mudanças (RICHARDS e RODGERS, 2003, BORNETTO, 1998) (metodológicas, filosóficas, teórico-práticas e conceituais), culminando no desenvolvimento e consolidação da chamada Abordagem Comunicativa (ALMEIDA FILHO, 2007; RICHARDS, 2006). Mesmo assim, a configuração de alguns LD de italianocomo LE apresentam uma imprecisão metodológica que faz com que problemas sejam
identificados, como por exemplo, na passagem da apresentação do livro para a efetivação das suas atividades ou na sua correlação teórico prática entre a Abordagem Comunicativa e as atividades propostas nas unidades didáticas. Essa pesquisa, portanto, se propôs a responder, às seguintes perguntas: (i) de que maneira se constroem os LD de língua italiana para estrangeiros que se autointitulam comunicativos, (ii) de que modo a língua é representada e entendida nesses livros didáticos e (iii) de que modo o entendimento sobre a metodologia pode modificar o processo de ensino-aprendizagem. Como desdobramento, tivemos como objetivos (i) analisar e criticar alguns dos atuais livros didáticos de ensino de italiano e (ii) investigar a representação de língua e de metodologia que se dá nesses materiais. Nossos resultados apontam para um distanciamento entre o que o LD se propôs a fazer e o que efetivamente fez, bem como um afastamento dos pressupostos da Abordagem Comunicativa, modificando-os e ressignificando o ensino, justificando sua análise e crítica.

Palavras-chave: Livro Didático; Italiano; Abordagem Comunicativa; Linguística Aplicada; Análise.

Riassunto

Il libro didattico (LD) è lo strumento pedagogico più utilizzato nell’insegnamento della lingua straniera (LS), visto che “molte volte l’unico materiale di accesso alla conoscenza tanto per gli allievi quanto per gli insegnanti” (CRISTÓVÃO e DIAS, 2009, p. 11), giustificandosi come importante corpus di ricerca (TILIO, 2006). Nell’insegnamento delle lingue, il secolo XX è stato segnato da molti cambiamenti (RICHARDS e RODGERS, 2003, BORNETTO, 1998) (metodologici, filosofici, teorico-pratici e concettuali), culminando nello sviluppo e consolidamento del denominato Approccio Comunicativo (ALMEIDA FILHO, 2007; RICHARDS, 2006). Comunque, le caratteristiche di alcuni LD di italiano come LS presentano delle imprecisioni metodologiche che determinano problemi nel processo di apprendimento, come ad esempio, nella dinamica del passaggio dalla teoria presentata nel testo allo svolgimento delle attività nelle sue correlazioni teorico-pratiche. Questa ricerca, dunque, si propone di rispondere alle seguenti domande: (i) in che modo si costruiscono i LD di lingua italiana per stranieri caratterizzati da un’impostazione comunicativa, (ii) in che modo la lingua è presentata e compresa in tali materiali didattici e (iii) in che modo la comprensione della metodologia può modificare il processo di insegnamento-apprendimento. Di conseguenza, il nostro obbiettivo è stato quello di (i) analizzare e criticare alcuni degli attuali materiali didattici di insegnamento dell’ italiano e (ii) investigare le peculiarità della lingua e della metodologia presenti in questi materiali. Dalla nostra indagine emergono delle incongruenze fra quello che il LD si propone di fare e ciò che effettivamente fa, il che determina un allontanamento dai pressuposti dell’Approccio Comunicativo, modificando e stravolgendo l’insegnamento. Quanto detto giustifica questa nostra analisi e critica.

Parole chiave: Libro Didattico; Italiano; Approccio Comunicativo; Linguistica Aplicata; Analisi.

Abstract

A textbook is a pedagogical tool most used in foreign language teaching (FL), it has been for “many years the only one material for getting knowledge both for the major part of students as for professors either.” (CRISTÓVÃO e DIAS, 2009, p. 11), and it has also been the important research CORPUS (TILIO, 2006). The twenty century was marked by a variety of changes in language teaching (RICHARDS e RODGERS, 2003, BORNETTO, 1998) (methodological, philosophical, theoretical-pratical and conceptual) and it is culminating in a development and consolidation of the Communicative Approach (ALMEIDA FILHO, 2007;
RICHARDS, 2006). Even so, the creation of some Italian textbooks as Foreign Language present an imprecision methodology which help on the identification of language problems, for example, as the presentation of a book and how the its activities are truthly shown or on its theorical – pratical correlation between Communicative Approach and the activities proposed in each unity of the book. Therefore, this research itself has the purpose to answer the following questions: (i) How the Italian textbooks are built for foreigners who consider themselves as communicatives, (ii) how the language is represented and understood in textbooks and (iii) how the methodology understanding can modify the process of the teaching and learning of the Italian language. Afterwards , our main purposes will consist to analyze and criticize some of current textbooks of Italian teaching and (ii) to investigate the representation of language and methodology on these materials. The results show the distance between what textbooks do and what effectiveness it has done, as the distance of communicative approach, modifying and remodeling the teaching system, as justifying its analysis and criticism.

Keywords: Textbooks; Italian; Communicative Approach; Applied Linguistic; Analysis.

Cláudia Heloisa Impellizieri Luna Ferreira da Silva

Vice-Coordenador/Deputy Coordinator

Miguel Ángel Zamorano Heras

 

posneolatinas@letras.ufrj.br

Telefone/Phone

55 21 3938-9771

 

Programa de Pós-Graduação em Letras Neolatinas
– Faculdade de Letras / UFRJ

Av. Horácio Macedo, 2151
Salas F-325
Cidade Universitária CEP 21941-917
Rio de Janeiro – RJ