Mestrado

Dissertação 2015

Nome da autora: Oscar Román Zambrano Montes

Título do trabalho: O motivo do fracasso no último teatro de José Ignacio Cabrujas

Resumo

Esta dissertação analisa as obras teatrais El día que me quieras (1979) e El americano ilustrado (1986), do dramaturgo venezuelano José Ignacio Cabrujas, como reação do autor, no plano imaginário, à agressão que o entorno da Venezuela liberal-petroleira exercia no grupo social dos intelectuais de esquerda da geração do 58. Procuramos discutir, neste estudo, questões relacionadas ao tipo de argumento e aos mecanismos da intriga, à caracterização dos personagens e à importância simbólica dos espaços e os tempos das peças, como caminho que nos permita estabelecer um diálogo com as mediações históricas, psico-sociais e estéticas que marcam as áreas de tensão entre o artista, o grupo humano de que forma parte e a realidade sócio-histórica venezuelana das décadas de setenta e oitenta. O súbito enriquecimento, pela nacionalização do petróleo, trouxe um estado de bem-estar económico ao país e a esquerda venezuelana, acomodada, pactuou com a democracia-liberal e os intelectuais de esquerda ficaram desnorteados, numa posição de negado fracasso. Este estudo tenta comprovar, mediante a análise crítica das duas peças de teatro de José Ignacio Cabrujas, o potencial explicativo da estratégia criativa da confissão dos personagens, em relação ao sentimento de fracasso de um grupo social, a que pertence o autor, e como parte de um plano para superar a impostura derivada do resguardo ideológico.

Palavras-chave: José Ignacio Cabrujas, Teatro venezuelano, Dramaturgia, Motivos e estratégias, Petróleo, Comunismo, Tempo, Espaço, Personagem.

Abstract

The present thesis analyzes the plays El día que me quieras (1979) and El americano ilustrado (1986), by Venezuelan playwright José Ignacio Cabrujas, as the author’s response, in the imaginary dimension, to the attack suffered by left-wing intelectual generation of 1958 in the contexto of a liberal, oil-based Venezuela. This study attempts to dicuss aspects related to the type of storylines, mechanisms of intrigues, characters development and the symbolic importance of the drama’s spaces and times, as a way to establish a dialogue among the historical, psycho-social and aesthetic mediations that frame the areas of tension between the artist, the human group that he belongs to and the social-historical Venezuelan reality of the seventies and the eighties. The fast enrichment process of the country thanks to the oil natioliazation led to an economical welfare state, which defined a pact between Venezuelan left-wing parties and the liberal democracy. As a consequence, left-wing intellectuals remained disoriented in the new landscape, in a position of denied failure. This research tries to prove, trough the critical analysis of two Cabruja’s plays, the explanatory potential of the creative strategy in the confessions of the charecters, wich is conected to the feeling of failure of a social group (Cabruja’s group) as part of a plan to overcome the imposture resulting from ideological isolation.

Key-words: José Ignacio Cabrujas, Venezuelan theater, Drama, Oil, Comunism, Time, Space, Character.

Cláudia Heloisa Impellizieri Luna Ferreira da Silva

Vice-Coordenador/Deputy Coordinator

Miguel Ángel Zamorano Heras

 

posneolatinas@letras.ufrj.br

Telefone/Phone

55 21 3938-9771

 

Programa de Pós-Graduação em Letras Neolatinas
– Faculdade de Letras / UFRJ

Av. Horácio Macedo, 2151
Salas F-325
Cidade Universitária CEP 21941-917
Rio de Janeiro – RJ